quinta-feira, 20 de março de 2014

O MULTIPLANOS COMO RECURSO PEDAGÓGICO NAS AULAS DE MATEMÁTICA



videoA matemática é uma das matérias que os alunos, não raro, desenvolvem resistência, dada necessidade de utilização de cálculos e fórmulas para resolver problemas. Assim, uma das estratégias pode ser utilizar ferramentas pedagógicas que ajudam o aluno a perceber que um conteúdo considerado difícil pode ser compreendido de uma forma mais prática e eficiente. Aline Feliciano, professor a de Matemática, durante uma aula de sobre construção de gráficos de função para os alunos do 1º ano “C” utiliza o Multiplanos pedagógico para facilitar a compreensão do conteúdo. Segundo ela, “quando o aluno manipula o conteúdo concretamente as concepções de que a matemática é difícil começam a se desfazer e o aprendizado se torna mais eficiente e qualitativo”. A resposta dos alunos parece confirmar as palavras da professora. Ítalo Fernando, aluno da turma, afirma: “o uso do multiplanos é eficiente para aula de gráficos”. Uma percepção semelhante à da aluna Leandra Stefany, para quem o uso do multiplanos é “legal, interessante porque desenvolve o aprendizado do aluno”.
Epitácio Rodrigues, LEI

segunda-feira, 10 de março de 2014


Vacinação contra o HPV 
começa amanhã

Meninas de 11 anos a 13 anos devem ser imunizadas em três momentos distintos, sendo a segunda dose aplicada seis meses após a primeira

(Foto: Reprodução/Internet)
Terá início na próxima terça -feira, dia 11 de março, a vacinação contra o papiloma vírus humano (HPV), principal causador do câncer de colo de útero. Meninas entre 11 e 13 anos devem ser imunizadas em três momentos distintos, sendo a segunda dose aplicada só seis meses após a primeira. Já a terceira deve ocorrer cinco anos depois.

Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para meninas de 9 a 11 anos. O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, explicou que a pasta está orientando estados e municípios a aplicar a primeira dose nas próprias escolas.

Segundo ele, países como Austrália e Reino Unido adotaram a estratégia e obtiveram altos índices de cobertura vacinal. “Adolescente não é um público que frequenta postos de saúde. Mas, a partir da segunda dose, é preciso procurar uma unidade de saúde”.

O secretário também destacou que a imunização é uma ferramenta de prevenção, e que, após o início da vida sexual, a menina deve se submeter também ao exame conhecido como papanicolau.

Jarbas lembrou que a vacina protege dos subtipos 16 e 18 do HPV, mas não de todos os subtipos do vírus nem das demais doenças sexualmente transmissíveis (DST). Por isso, a recomendação é usar preservativo nas relações.

RELATO FICTÍCIO SOBRE UMA MENINA QUE SOFRIA BULLYING E SUA MÃE SOFRIA JUNTO

-->


                                                                 Patricia da Silva Felix
2º ANO "C", TARDE

         Minha filha tem 10 anos, cabelos enormes e encaracolados, com muito volume. Os cabelos dela são lindos, remetem a uma coisa meio afro e é considerado um trunfo nas passarelas, já que ela faz alguns desfiles de moda infantil. No entanto, na escola é chamada de pulguenta, bruxa e uma série de palavras que a magoam profundamente. Ela sempre me pede pra deixar que faça escova progressiva, chapinha, mas seria um erro permitir que a maldade daqueles pestinhas retirem o seu diferencial. Até porque muitas críticas acontecem quando ela usa algo bonito ou diferente. A mãe de uma aluna me ligou pra saber onde eu havia comprado uma boina que a filha dela queria desesperadamente, a mesma que a menina havia chamado de "brega" e "coisa de piranha", quando viu minha filha usando. Ser alta, magra e estilosa tem sido difícil para a minha filha. Imagine o quanto de maldade não acontece com as crianças gordinhas ou com outras diferenças. 
        Os professores costumam se fazer de mortos. Acho que devia haver mais acompanhamento, especialmente durante o recreio, mas enfim minha filha hoje em dia não sofre mais com isso, pois ela aceitou seus cabelos lindos e deixou de lado todas as criticas e fez tratamento com psicólogas e hoje em dia vivemos muito felizes... Ela virou modelo profissional e todos os colegas passaram a admirá-la.

sábado, 8 de março de 2014

REFLETINDO SOBRE O PROTAGONISMO DA MULHER

O dia 08 de março é um momento que nos convida a refletir sobre a importância da mulher na construção da nossa identidade humana. Não se trata apenas de uma questão de data, mas de uma postura que reivindica uma revisão de papéis sociais, de quebra de velhos preconceitos de gênero e suas implicações sociais, políticas e éticas.
-->
A origem desse dia, é sempre oportuno lembrar, surgiu de uma luta pelo respeito à dignidade da mulher e pelo reconhecimento de sua cidadania: direitos à igualdade, ao trabalho, à remuneração justa, ao tratamento respeitoso no ambiente de trabalho e tantas outras exigências. Desde então muita coisa mudou, mais muito há a ser feito. Assim, o dia 08 de março serve como um alerta para uma constante atenção ao reconhecimento do protagonismo fundamental da mulher na construção da sociedade humana.
Nesse sentido, a Escola José Alves de Figueiredo, na qual as mulheres exercem um inquestionável e salutar protagonismo, estende as mãos para abraçá-las e reiterar seu firme compromisso com uma educação na qual braços em abraços de reconhecimento e gratidão sejam as únicas coisas a anelar as mulheres da nossa geração e das gerações futuras.
Parabéns a todas as mulheres pelas conquistas empreendidas até aqui e um sincero desejo de que o compromisso de todos nós com a dignidade da mulher se fortaleça cada vez mais.